Pular para o conteúdo principal

Postagens

8 semanas com o My Asics

Dizem que a rotina fazem o corredor, mas a mesmice é um perigoso momento contra qualquer pessoa. Assim, depois de cumprir os 2 primeiros ciclos utilizados as planilhas genéricas da O2, resolvi apostar num velho conhecido preterido: o My Asics. Por que preterido? Vamos a principal crítica: ele não possuía (para mim ainda não possui e já vou explicar) integração com nenhum dispositivo para coleta de dados da corrida. Tipo, se você usa o Garmin, esquece. Ele não consegue importar. Existe um informe dizendo sobre a possibilidade de integração com o RunKeeper, mas o final de semana venho tentando a integração, mas o sistema está fora do ar. Mandei inclusive e-mail para o suporte da Ascis. Top! Ele utilizam Zendesk (a galera da área de TI vai entender).  Agora é esperar o feedback e torcer para o treco funcionar. Então por que insistir no My Asics já que ele está a meia boca? Pelo simples fato dele permitir que o você monte treinos sob medida. Novidade? Sim, porque ele permite fazê-lo de f…
Postagens recentes

Runkeeper Global 5K

Esta "brincadeira" com o #RKGLOBAL5K trouxe adrenalina para o último dos 24 treinos do segundo ciclo. Colocar um número de peito sempre desperta uma energia diferente. Não importa onde seja a corrida. Parece que vira uma chave e nada diferente de 100% é satisfatório. Fiz o aquecimento e segui para o ponto de largada do Tempo Run. Apertei o start do FR610 e sentei o pé no asfalto.
O desafio era correr os 5 km em ritmo forte (zona 4). Sinceramente não tinha certeza se conseguiria, mas desafio é desafio. No trecho de ida tive dificuldades para correr abaixo de 05:44 min/km, até pelo aclive no sentido Praia das Flechas. Depois do retorno, a leve descida me ajudou a recuperar energias para atravessar a Praia de Icaraí em ritmo mais forte, baixando o pace para 05:36 min/km. Comecei a fazer conta para ver se conseguiria bater os 28 minutos da previsão. Tentei puxar o ritmo ainda um pouco mais até o alarme apitar. Parei e olhei para o display que marcava 28:01. Caramba! Não é que d…

Será que já consigo correr os 5K abaixo de 28 minutos?

Esta foi a pergunta que fiz depois de analisar o log do @garminbrasil . Os dois treinos intervalados da semana, além de dores musculares, me trouxeram confiança de que o treino satisfatório e minha evolução adequada e sem riscos. Hoje cedo foram 4 tiros de 1 km com pace na casa dos 5'30"/km, mas jogo é jogo e treino é apenas treino. Ainda existe outra variável nesta história: 5 km inteiros. É preciso resistência para manter a intensidade. Estou um tanto cético, pois são apenas 14 semanas de treinos regulares. Em 9 dias eu vou colocar tudo a prova num Tempo Run. Só preciso definir o local. #corridaeasma

Você é competitivo?

Você persegue seus tempos?
Prático esportes desde que me entendo por gente. Sempre gostei de uma disputa. Acho que o desafio é uma das melhores formas de nos desenvolvermos. Retornar a corrida está sendo uma experiência gratificante, mas ainda não me vejo em uma prova. Semana que vem termino o segundo microciclo de treinos, certo de que farei mais um ou dois antes de colocar um número no peito para correr. E você, também desafia seus limites?

Haile Gebrselassie: corrida e asma!

Pasmem. Haile Gebrselassie, vencedor da Maratona de Berlin em quatro oportunidades, estabeleceu o recorde mundial da maratona em 2007 e 2008 possui asma. Por conta dela já perdeu algumas provas, mas isso não lhe segurou. Seguiu sua carreira bem sucedida baseado em muita disciplina (com asma principalmente) e força de vontade.

Estou escrevendo isso para você que é asmático como eu não se entregar a esta acompanhante indesejada. Segundo matéria publicada Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, a asma não possui cura, mas existe tratamento. Estima-se que 300 milhões de pessoa no mundo sofram de asma e no Brasil algo em torno de 20 milhões. Apesar das ações do governo, fornecendo tratamento gratuito para população de alto risco, infelizmente menos de 1/3 tem acesso ao tratamento e vive em condições aquém do ideal. Assim, escrevo para você na esperança desta informação lhe ser útil, ou que possibilite auxiliar alguém próximo. Abaixo deixo o link para a matéria que explica em detal…

90 dias: avaliando a evolução

O corpo é realmente uma máquina fantástica. Há 90 dias quando retomei os treinos, a corrida leve (dentro da zona de esforço correta) só era possível num ritmo de aproximadamente 9'/km (perto de 6 km/h). No último treino desta semana sustentei um regenerativo de 40 minutos com o ritmo perto de 7,30"/km (pouco mais de 8 km/h), algo impensável em abril. Vamos ver como o corpo responderá aos intervalados e a evolução da velocidade das minhas passadas.
Acompanhar os registros também é uma forma de buscar motivação. Ver o calendário todo marcado de treinos realizados é reflexo de uma disciplina e dedicação diferenciadas.

#maratonadorio #relive #strava #redessociais

Neste ano afastado da corrida muita coisa nova apareceu para deixar os já apaixonados por este esporte mais aficionados. Vou começar pelo relive, trata-se de um aplicativo que pega as informações do Garmin Connect, Strava, ou do Polar Flow e faz um registro animado do seu treino. Muito legal o aplicativo. Um jeito novo de acompanhar nossas conquistas.
O segundo app é o Strava. Este parece ter se tornado a mídia social dos esportistas, reunindo corredores, ciclistas e triatletas. Como me cadastrei há poucos dias, ainda não tenho muito o que falar sobre o assunto.
O terceiro assunto merece um parágrafo a parte. A Maratona do Rio continua sendo o evento do ano (para nós esportistas) aqui na cidade, ainda mais por ela permanecer com uma prova de 21K como parte da atração. As inscrições para a prova do ano que vem já estão abertas e possivelmente irá esgotar antes do final do mês. É uma prova de qualidade invejável e dá ao corredor passagem maravilhosa orla carioca.Vou terminar com uma cur…